sexta-feira, 13 de julho de 2018

Há três meses que a CP não publica no Base




Parece que para os lados da CP se esqueceram da obrigatoriedade de publicar os contratos no portal Base. Há três meses que não se sabe nada sobre as despesas mais recentes da empresa pública.
A última vez que o Má Despesa lançou um alerta deste género esteve relacionado com a junta de freguesia da Estrela (Lisboa). Em Julho de 2017 alertámos os nossos seguidores. O resultado, já em 2018, foi este.







quarta-feira, 11 de julho de 2018

Os 100 mil da PSP



A PSP fez um ajuste directo no valor de 100 mil euros para “aquisição de serviços de viagens e estadas”. Assim, sem pedir propostas a mais nenhuma empresa especializada na matéria.

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Eram relógios de ouro, agora são vales de viagem


Foi um dos casos mais badalados aquando do arranque no blogue Má Despesa Pública. A Câmara Municipal de Almada ofereceu durante vários anos relógios de luxo (e em ouro) ao trabalhadores que cumpriam 25 anos de casa. Houve entretanto mudança de cor no executivo camarário. Agora a prenda consiste num vale de 500 euros para viajar. Como se pode encontrar no portal Base, para a “aquisição de Vouchers de Viagens e Lazer para oferta aos Trabalhadores da CMA e SMAS que completam 25 Anos de Serviço”, a autarquia fez um ajuste directo no valor de 17.550 euros. A história dos vales vem contada no Correio da Manhã de hoje. 











sexta-feira, 6 de julho de 2018

O (louco) 10 de Junho da freguesia de Paranhos


A freguesia portuense de Paranhos teve um 10 de Junho cheio de "realizações" e sem olhar a custos, a avaliar pelo portal BASE. Ora vejamos os contratos publicados a propósito:

  • "Realização do almoço convívio no passeio 10 de junho" por 20 mil euros (+IVA);
  • "Realização do transporte no passeio 10 de junho" por 9.620,00 € (+IVA);
  • "Realização do almoço convívio dos idosos a realizar no dia 10 de Junho por 13.906,77 € (+IVA)
  • "Fornecimento de 15 autocarros para a realização do passeio dos idosos da Freguesia" (realizado no 10 Junho)  por 7.950,00 € 8+IVA).



quarta-feira, 4 de julho de 2018

Setúbal tem brindes para si


Se for para os lados de Setúbal não se esqueça de passar na câmara municipal e pedir um dos brindes que a autarquia comprou recentemente. Setúbal gastou cerca de 20 mil euros (19.389,00 € + IVA) em "esferográficas, íman, sacos em pano,canecas pratos e t-shirts". 


segunda-feira, 2 de julho de 2018

Boticas: Missa, almoço e canecas de porcelana

Almoço do Idoso @ site do Município de Boticas

"O Pavilhão Multiusos de Boticas recebeu este domingo, dia 24 de junho, a 20ª edição do Encontro do Idoso, que este ano contou com a presença de mais de 2000 pessoas, vindas das várias aldeias que constituem o Concelho de Boticas. (...) Como tem vindo a ser habitual, o encontro teve início com a receção dos idosos no Pavilhão Multiusos, seguindo-se a celebração da Santa Missa pelo Padre Domingos Santos, coadjuvado pelo Monsenhor Silvério Guimarães.(...) Enquanto decorria o almoço-convívio, o Presidente da Câmara entregou a cada um dos idosos uma pequena lembrança como gesto de agradecimento. A tarde de festa foi animada por três associações do concelho, o Rancho Folclórico de Beça, o Grupo de Cantares da Associação Cultural, Recreativa e Desportiva da Serra do Leiranco – Sapiãos e o Rancho Folclórico de Santa Maria de Covas do Barroso", lê-se no site do município de Boticas.
O Má Despesa foi procurar os custos associados e encontrou os seguintes ajustes directos publicados no portal BASE: 17 mil euros (+IVA) para o almoço e 7.378,00 € (+IVA) para as canecas de porcelana que o edil distribuiu pelos presentes. Será que há mais despesas associadas por publicar, tais como o aluguer de autocarros?


sexta-feira, 29 de junho de 2018

A viagem de luxo que Carnide organiza à Croácia, Bósnia e Montenegro





Numa altura em que o turismo português anda nas bocas do mundo, a Junta de Freguesia de Carnide (Lisboa) acha que é melhor levar os idosos da freguesia daqui para fora. A opção é de luxo já que a viagem contempla a Croácia, Bósnia e Montenegro. Para transporte, alojamento e refeições, a Junta fez um ajuste directo no valor de 58 mil euros. Por pessoa, em quarto duplo, o pacote de viagem custa 1.465 euros, Quem quiser quarto individual paga um suplemento de 200 euros. Estes são os valores que depois são cobrados aos fregueses que decidiram embarcar nesta aventura internacional. Ou seja, a viagem não representará um custo para a Junta, mas põe em evidência que se destina a um grupo de privilegiados. 



quarta-feira, 27 de junho de 2018

Os tweets que os políticos apagaram



“Diz que não disse, escreveu e apagou.” É este o mote do site Diz Que Não Disse, baseado no projecto Politwoops criado pela Open State Foundation. O site mostra os tweets apagados por políticos portugueses. Carlos Coelho e João Galamba são os políticos portugueses que mais vezes se arrependem do que escreveram no Twitter. Conheça o projecto aqui.


segunda-feira, 25 de junho de 2018

Os incríveis pneus de Oeiras



A autarquia de Oeiras fez um ajuste directo no valor de 74.999,99 euros para aquisição de pneus. Alguém faz ideia por que se chegou a este valor?

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Arronches também gasta dinheiro em touradas


Arronches, concelho do distrito de Portalegre com pouco mais de 3 mil habitantes (3119), decidiu gastar 6 mil euros (+IVA) em "serviços de "organização e promoção da Corrida de Toiros por ocasião das Festas de São João". Como sabemos, a Idade Média ainda não abandonou certos municípios portugueses.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Vila Verde também pagou festa na Quinta da Malafaia



A Quinta da Malafaia, auto-intitulada "a maior e melhor festa de Portugal", é um local muito apreciado por algumas autarquias nacionais, como sabem os nossos leitores. Desta vez foi o município de Vila Verde que decidiu gastar 15 mil euros (+IVA) em "serviços de transporte, almoço e animação para os participantes na XX Festa Concelhia do Idoso", tudo adjudicado à Quinta da Malafaia

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Guimarães: O ajuste directo de 700 mil euros


O município de Guimarães decidiu fazer um ajuste directo à empresa Uniself, SA para o fornecimento de refeições escolares para o período de 2 de Abril a 31 de Julho de 2018. Está em causa um valor superior a 700 mil euros ( 702.864,84 € + IVA) e a autarquia fundamentou o recurso ao ajuste directo por "motivos de urgência imperiosa". O Má Despesa fica sem palavras e só pergunta onde andam o Tribunal de Contas e os concorrentes da Uniself (e até o Ministério Público). 


NB: Os contratos das entidades públicas à Uniself, Sociedade de Restaurantes Públicos e Privados, Sa, disponíveis no portal BASE já totalizam mais de  320 milhões de euros. As refeições da Uniself devem ser mesmo boas.  

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Há carro novo no Seixal



A autarquia do Seixal acaba de adquirir uma viatura ligeira de 5 lugares no valor de 53.962,98 euros +IVA. O incrível é que nas cinco páginas de contrato não se encontra qualquer referência à marca e modelo do veículo em causa. Que carro será este? 




quarta-feira, 13 de junho de 2018

Queremos isto em Portugal (4): Directório de corrupção




Quais os casos de corrupção, desvios de dinheiros, financiamentos duvidosos ou gestão danosa de dinheiros públicos? É este o ponto de partida do site espanhol Casos Aislados (Casos Isolados) que elenca os vários casos do país vizinho, de forma a que não caiam no esquecimento. Aqui encontra o resumo do caso, quem são os implicados, quais os partidos ou instituições envolvidas e quais os valores em causa. Ao todos são contabilizados mais de 200 mil milhões de euros de dinheiro público associados a estes casos. O nome completo do site não deixa de ser irónico: Casos Isolados de Uma Corrupção Sistémica. Nada como ter a radiografia completa.


segunda-feira, 11 de junho de 2018

Ourique contrata ex-deputado como assessor de comunicação



A Câmara Municipal de Ourique (PS) contratou o ex-deputado António Galamba (PS) para prestar serviços de assessoria de comunicação no valor de 18 mil euros/ano, em regime de avença. “Como é que ele vai fazer, se reside nas Caldas da Rainha?”, questiona um seguidor do Má Despesa, que partilhou connosco esta informação.