sexta-feira, 13 de julho de 2012

Livro junta denúncias de despesismo com críticas à transparência do Estado


Mais de uma centena de situações de "Má Despesa Pública" deram nome a um livro que chega hoje às bancas mas poderiam ser mais, caso Portugal fosse "um exemplo de transparência", defendem os autores da obra.

Portugal "objetivamente não é um exemplo de transparência" no acesso à informação, garante um dos autores de "Má Despesa Pública", Rui Oliveira Marques, lembrando que no portal da internet do Tesouro do Reino Unido a informação dada centra-se na despesa feita com impostos, enquanto no Ministério das Finanças português as explicações são dadas para pagar impostos.
Arranjos em jardins inexistentes, como é o caso do antigo Governo Civil de Lisboa, desperdícios de automóveis de gama alta ou luxos em fundações como o INATEL, custos de obras que nem arrancaram, como os vários novos aeroportos em Lisboa, parques de estacionamento construídos há anos ainda por abrir no Cartaxo, festas de milhões em Oeiras, relógios de ouro em Almada ou obras de milhões em campos de futebol inadequados na Madeira são alguns dos exemplos de um despesismo que os autores comparam, na obra, à imagem que existe de países como a Grécia.
O princípio do livro, disse em entrevista à Lusa, é "detetar más despesas a partir de informação que é pública e se houvesse ainda mais informação, de certeza" que eram encontrados mais exemplos "absurdos" e "mais preocupantes".
"Má Despesa Pública" começou por ser um blogue, que surgiu em abril do ano passado como "agregador" de notícias sobre o despesismo no Estado central e nas empresas públicas para que "não caíssem no esquecimento".
Os autores definem uma má despesa como um "encargo do Estado que não tem um retorno útil para os cidadãos".
Destacar apenas um dos mais de cem casos descritos no livro é, para a outra autora, Bárbara Rosa, "difícil", já que "são todos escandalosos porque constituem má despesa pública".
"Selecionar um seria desvalorizar a restante má despesa pública", sublinhou.
Os autores "rapidamente" se aperceberam que podiam "fazer um trabalho de investigação e apelar a que mais pessoas ajudassem a encontrar ainda mais exemplos que não aparecessem na comunicação social".
O contacto de uma editora para a publicação do livro alargou a pesquisa.
"Fomos ver relatórios do Tribunal de Contas, como por exemplo da Expo 98, que se calhar já caiu no esquecimento, mas em muitos casos é exemplar, o Euro2004 (de futebol)", e as Parcerias Público Privadas como derrapagens nas obras, afirmou Rui Oliveira Marques.
Os autores pretendem que o livro "funcione como um retrato de Portugal em 2012", mas também "de um país que nos últimos anos não conseguiu aprender com os seus erros e onde, aparentemente, continua a existir muita preguiça em tornar determinadas coisas melhores, mais funcionais e ao serviço do cidadão".
"Fala-se muito da questão do défice e dos mil milhões, mas há muitos casos ao nível da pequena gestão, em que se nota que existe muito descuido, desleixo e preocupação com o imediato", afirmou.
Rui Marques acha que "é possível que quem leia o livro fiquei muito mal impressionado com as autarquias locais". Isto porque, acrescenta Bárbara Rosa, "as autarquias são as que mais publicitam [as suas despesas]".
"Não partimos em pé de igualdade, o acesso à informação é diferente. As fundações são as que menos informação divulgam. Detetámos mais casos nas autarquias, mas a informação é pública", referiu.
Vários casos descritos no livro estão no portal da Internet de ajuste direto do Estado, uma das fontes de informação e que "está acessível a qualquer cidadão ou instituição, mas a que estranhamente poucas pessoas prestam atenção".
Para Rui Marques, a divulgação dos casos "não é mérito" dos autores, "mas se calhar as pessoas deviam ser mais exigentes e investigar a forma como é gasto o dinheiro público".
O autor considera que as pessoas estão preocupadas com o que se passa junto a si, mas a um "nível mais superior parece que estão um pouco mais desatentas".
"Se calhar o problema é o cansaço com tudo o que tenha a ver com política, com reivindicar os seus direitos ou exigir mais aos políticos", afirmou.
À medida que o blogue foi ganhando mais leitores, Rui Oliveira Marques e Bárbara Rosa conseguiram mais aliados na luta pela denúncia de possíveis casos de má despesa pública.
"Temos tido feedback e tem sido crescente. Notamos que tem vindo a aumentar o número de denúncias. São cada vez mais e com mais qualidade, mais fundamentadas. Isto pega-se, e é o nosso objetivo", afirmou Bárbara.
A autora acredita que, se "todos fizerem um bocadinho, a Democracia será melhor".

Notícia da Lusa, 13 de Julho de 2012

18 comentários:

  1. A falta de democracia real, que não a formal, passa por aqui e têm de ser denunciados o seus autores e exigido (nem que seja aos organismos internacionais) o castigo dos seus responsáveis.

    Quando vejo o gasto do anafado Vítor Ramalho sempre tão solícito em arvorar-se em campeão das liberdades, e se isso for verdade, compreende-mos tudo: há que afastar a matilha que come portugal aos poucos há muitos anos.

    ResponderEliminar
  2. Parabéns aos dois Autores, vou falar do vosso livro no programa Moeda de Troika esta noite, abraço reconhecido da Rita Ferro

    ResponderEliminar
  3. Criadores do blogue, criem um partido politico!

    ResponderEliminar
  4. Basta um dado "incorreto" numa investigação tornada pública, para todo um conteúdo cair por terra e perder credibilidade.
    O "trabalho de casa", não foi bem realizado pelos autores. Aconselhava a rever as fontes e já agora uma visita cabal aos locais expostos no livro - Para que conste e se reponha uma verdade: OS JARDINS DADOS COMO INEXISTENTES DO G.C.LISBOA, SÃO OS ESPAÇOS CIRCUNDANTES DO "BAIRRO DR. MÁRIO MADEIRA,NA PONTINHA", cuja gestão, era parte das competências do extinto organismo, por muitos e bons anos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro "anónimo", o MDP agradece o seu comentário, o qual só atesta o alegado pelo MDP: a inexistência de jardins no antigo GC de Lisboa. Aliás, os jardins que refere situam-se a mais de 10 km do edifício referido.

      Eliminar
    2. Boa noite.
      Do que sei, os jardins debaixo da tutela do ex-GCL, não tinham de ser espaços circundantes à rua Capelo em Lisboa, nem constam como tal nas despesas do ano de 2011. De salientar, que era da tutela do ex-GCL, certas áreas da proteção civil, e manter limpos os espaços dos bairros sociais da Pontinha, era uma tarefa da mesma entidade que precavia potenciais sinistros. Se estavam a 10km do edificio sede ou de qq outro, tinha a referida despesa de constar no relatório de contas anual. E ainda bem que lá constava, não concorda MDP? Pensei, ao ler outras tantas "investigações", que a boa fé estivesse do lado dos autores. Reservo-me a reticências perante a resposta dada ao meu comentário e pelo fato, mantenho o "anonimato".

      Eliminar
  5. (vim aqui parar pelo comentário da Rita Ferro no programa que menciona)

    Mas que podemos nós fazer contra isto?

    O país está nas mãos dos políticos há anos e não se consegue mudar nada porque isto vai mudando entre o PS e o PSD mas o resultado é muito similar: vão enchendo os bolsos com este tipo de despesas porque quanto mais se gastar mais dá para desviar!

    Não sei como a Islândia conseguiu afastar os políticos que levaram o país à bancarrota mas cá devíamos fazer o mesmo. Estou com o anónimo: criem um partido, um movimento, qualquer coisa. Têm aqui uma boa base para agregar as pessoas.
    Com estes partidos, qualquer um deles, não vamos nunca passar disto...

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  6. Agora era escreve-lo em inglês e entrega-lo aos senhores do FMI na proxima visita da troika.

    ResponderEliminar
  7. Rui e Bárbara, Vocês estão na horta e não estão a ver as couves!... infelizmente, como a maioria dos portugueses, de grande parte da Humanidade! Perdidos no emaranhado desta "novela real", propositadamente multifacetada com aparentes contradições mas, sem percepcionar a Agenda dos Estrategas e sua destreza em jogar dos dois lados; DAVID ICKE - Manipulation Techniques - Problem Rection Solution - http://www.youtube.com/watch?v=4nRrSQs3NbI
    Estão obcessivamente focados nos EFEITOS em vez da CAUSA! E a Causa, está nas Ordens Secretas e suas Obediênias Satânicas; Illuminati, Bildebergs, Jesuitas, Vaticano, CEE, UN, NATO, etc.A CAUSA está nos hibrídos extraterrestres-humanos, Shapshifters, Sinéticos e Clones que hoje ocupam maior parte dos lugares nevrálgicos de todos os poderes mundanos, incluído C. Social por isso tão fiel à AGENDA Anti-VIDA r contra a Dignidade Humana! Abram os olhos pois o TEMPO está no FIM e. DISCERNIR a VERDADE É URGENTE! Quando a LUZ (Consciência Divina) se dissipa as TREVAS impôem-se; Estamos a experimentar o resultado desta Verdade!Sigam e PARTILHEM - http://formerwhitehat.wordpress.com/
    http://projectcamelot.org/interviews.html#special_reports
    http://projectcamelot.org/audio_interviews.html
    http://projectcamelot.org/interviews.html#special_reports
    http://imageevent.com/firesat/strangedaysstrangeskies
    http://pt.scribd.com/doc/93005455/Ring-Makers-of-Saturn-Norman-R-Bergrun

    ResponderEliminar
  8. HUMANOS c/ ALMA ACOORDEM!!!...
    Juntem pontos: - Se as Elites do Mundo e, Portugal, dizendo uma coisa e fazendo outra, têm extorquido a riqueza e levado os países e povos à miséria, se as Elites são “educadas/formadas” nas Universidades, se o Vaticano, [com UNIVERSIDADES por todo o lado a formar a nata “azul” (explo CATÓLICA-LISBON) híbrida, pagã e fiel à visão científica-tecnológica da evolução, condicionados pelo EGO e desligados da Fonte Divina] que é o Império Romano a conspurcar/alienar Valores Crísticos e a Dignidade Humana (ele próprio ajudou a crucificar JC), está à cabeça dos Illuminati, de Rituais Satânicos selados com sangue de crianças assassinadas nos rituais e diz-se dona das almas neste Planeta e, por aí fora… (In Europe there are twelve fathers who sit, who represent the different nations of Europe). Controladores das Finanças, das Energias, das Religiões, dos Movimentos “New Age”, das Comunicações, das grandes Empresas, da Comunicação Social, da Justiça, da Saúde, da Educação, etc
    O Vaticano possui tecnologia extraterrestre para visualizar passado e futuro e viagens no tempo, criando novas linhas temporais como UN/Nato (Profecia dos Papas, Nostradamus, George Orwell e outras, podem ter sido FORJADAS): - Que esperam para ACORDAR e agir corajosamente a favor da VERDADE, aqueles que ainda são humanos? Leia o testemunho de SVALI no site; Aqui está uma amostra da FORMATAÇÃO-ESCOLA ILLUMINATI SATÂNICA e seu DOMÍNIO s/a HUMANIDADE!
    A coberto da expansão do “Cristianismo”, cumplicidade com monarquias e Governos, mais Transe Hipnótico induzido de todas as formas pelas novas Tecnologias (Haarp, Chemtrails,TV,Telemóveis, etc.), controlo de Religiões, Partidos e Ordens Secretas, Vacinas, Farmacologia, Drogas, Processamento Alimentares, Culto de Tradições, Desportos, Modas, outros Entretenimentos; A Sociedade Capitalista regida pelo Império Romano, Britânico e USA/UN/CEE-Poderio Militar (Religião, Financeiro e Militar), a Humanidade na sua boa-fé, ignorância, individualismo, “Ego-cultura” e formatada ingenuidade, tem estado a colaborar com seus próprios Predadores!!!
    Estamos no fim do TEMPO e da Oportunidade de nos parirmos, enquanto Seres Divinos que Somos; “Nascer 2 vezes para alcançar o REINO DE DEUS”! Luz Crística! mf – 13/07/2012
    ««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««

    Provável que milhares de atletas e assistentes aos próximos Jogos Olímpicos, não sejam os AUTÊNTICOS mas sim cópias deles=CLONE; MUITOS SINAIS que preveem TRAGÉDIA!–Sigam site FWH–abaixo)

    «««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««««
    SVALI speaks Excerpts

    Excerpts of an Illuminati-“SVALI speaks” Interview
    http://svalispeaks.com/?p=182

    (Illuminati’ 12 steps of discipline
    1.To not need. 2. To not want. 3. To not wish. 4. Survival of the fittest. 5. The code of silence. 6. Betrayal is the greatest good. 7. Not caring. 8. Time travel. 9,10,11: "Sexual trauma, learning to dissociate and increase cognition, decrease feeling." (Details of these 3 steps vary according to child's future role in the cult. These roles include Informers, Breeders, Prostitutes, Pornography, Media personnel, Preparers, Readers, Cutters, Chanters, High Priest/Priestess, Trainers, Punishers, Trackers, Teachers, Child Care, Couriers, Commanding Officers and Behavioral Scientists.). 12. Coming of age ceremony (Vatican underground sacrifice).] The goal will be to reach "enlightenment", an ecstatic state of dissociation reached after severe trauma."

    ResponderEliminar
  9. Temos um grave problema em Portugal, andamos há anos a promover e a premiar a incompetência e a mediocridade, em todos os sectores da vida pública, agora estão instalados e ninguém os tira. Caros autores, confesso que me custa um pouco a acreditar na questão de uma conta de telemóvel de 765K € de telemóvel em dois anos. Isso dá quauqer coisa como 382K € por anos e cerca de 32k por mês, acho que nem estando o telefone ligado 24H por dia isso seria possível. Das duas uma, ou não é bem assim ou convinha explicar os pormenores e já agora dizer a quem pertencia esse mesmo telefone.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro anónimo, o MDP apenas utiliza fontes oficiais e públicas de informação. O MDP nada inventa, apesar de a informação que divulga parecer ficção. Os gastos de telemóvel em causa foram publicados no portal BASE- portal oficial dos contratos públicos. Basta ler o livro para ficar a saber tudo aquilo que pretende. O MDP agradece a sua atenção.

      Eliminar
    2. Já foi a Hong Kong com a opção de dados ligada num Iphone? Ja realizou uma chamada de 10 minutos em roaming de cabo verde para Bruxelas? e do Aviao? Tente e depois diga qualquer coisa.

      Eliminar
  10. No meu comentário anterior esqueci-me de dar um exemplo daquilo que é premiar e promover a mediocridade, lembrei-me, a propósito das investigações a BESI CGDI e Parpublica que o Presidente da Parpública é um tal de Joaquim Reis, trabalhou grande parte da sua vida como trader em uma ou duas corretoras de bolsa, numa delas era grande amigo de elementos importantes do PS, acontece que ele nunca teve grande qualidade enquanto trader, era um trader banal, eis que sai de uma dessas corretoras para presidente da Metro e mais tar entra para presidente da Parpública. Verdadeira vergonha.

    ResponderEliminar
  11. Caros "Má Despesa Pública" obrigado pelo esclarecimento, continuo incrédulo com esta conta de telemóvel, 32K € por mês não deve gastar todo o BP em comunicações, isto é um caso de policia que devia ser investigado, é um escândalo e um insulto ao povo Português.

    P.S. Isto que eu vou contar pode parecer anedota mas a mim contaram-me como sendo verdade (não tenho como confirmar) perguntaram-me se eu sabia porque é que o Líder do PS andava tão calado sobre o Sr Relvas, claro que eu não sabia, a resposta foi: é que o curso do Seguro foi feito na mesma base do do Relvas (não sei se é verdade, mas neste pís já nada me espanta) é a mediocridade instalada e premiada.

    ResponderEliminar
  12. Diz o Miguel "Não sei como a Islândia conseguiu afastar os políticos que levaram o país à bancarrota mas cá devíamos fazer o mesmo."
    Pois sejamos claros que o problema é mais simples do que parece pois no nosso sistema eleitoral elegemos partidos apenas. E já na campanha eleitoral anterior ficou bem claro que os três partidos responsáveis pela situação são os que o povo faz alternar no poder e MAIS UMA VEZ VOTARAM NOS MESMOS EM 85% DOS VOTOS VALIDAMENTE EXPRESSOS.
    Há na assembleia da República mais 2 ou três partidos MAS MUITOS MAIS CONCORREM AO SUFRÁGIO.

    NÃO ME DIGAM, QUE QUERENDO VOTAR SEM SER NOS MESMO, NÃO TEEM ONDE!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu dizia que não sei exactamente porque as pessoas votam sempre PS e PSD. E esses sim, são os responsáveis por tudo de mau que tem acontecido - acho que mais o PS que o PSD mas só por uma questão de que calhou a ser o PS a estar lá mais tempo nos ultimos anos onde a situação se agravou pois se estivesse o PSD acredito que seria sensivelmente igual - e que nos levou a esta situação.
      Colocar o CDS neste grupo acho um exagero pois nunca foram responsáveis por governo nenhum.
      De qualquer maneira eu não acredito em nenhum politico profissional - e desde o Guterres que não temos tido nada mais que isso além de que o que se posiciona para ser o próximo é igualzinho ao que lá está e ao que lá esteve... Eram preciso outras pessoas mas quem? A verdade é que a esmagadora maioria das pessoas critica e diz mal mas se lá estivesse provavelmente faria a mesma coisa e enchia os bolsos.

      Eliminar