segunda-feira, 8 de outubro de 2012

O Estado dita: As leis existem para serem violadas


"São 36 os serviços do Estado que furaram as regras previstas na lei dos compromissos, que impede os organismos públicos de assumir despesa em valor superior aos fundos disponíveis. O Metro do Porto e o Conselho Superior de Magistratura são alguns dos serviços que estão a violar a lei e que arriscam agora uma auditoria.

A lista das entidades da administração central que se encontram em incumprimento foi publicada pela Direcção-Geral do Orçamento (DGO) e reporta-se a Agosto."
Leia a notícia completa do Económico aqui.

1 comentário:

  1. Há que pedir responsabilidades a esses Senhores.

    ResponderEliminar