terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Quando o Seixal oferecia presentes à Coreia do Norte


O Má Despesa está sempre atento aos gastos supérfluos das autarquias, por isso não pode deixar de partilhar com os leitores um presente oferecido pela Câmara do Seixal à Coreia do Norte. Sim, aquele país, que vive sob uma ditadura onde milhões de pessoas já morreram à fome por culpa do regime, inclui na Exposição da Amizade Internacional um presente da Câmara do Seixal. O relato é feito por José Luís Peixoto, no livro “Dentro do Segredo”. O escritor português foi dos raros estrangeiros a conseguir viajar pelo território. Não foi possível saber quando é que a referida oferta foi entregue às autoridades da Coreia do Norte. Segundo José Luís Peixoto, a mesma exposição, que ocupa dois edifícios, integra ainda outro presente que tem como remetente o ex-Presidente da República Costa Gomes.Nos dois casos foram ofertadas loiças.
Já que estamos no Seixal, aproveitamos para partilhar a resposta da Câmara a uma denúncia do Má Despesa. Como o Má Despesa contou, a câmara municipal do Seixal alugou, no ano passado, sete autocarros para transportar manifestantes para Lisboa, de modo a poderem participar na manifestação convocada pela CGTP, no dia 31 de Outubro. A situação repetiu-se a 15 de Dezembro. Saíram autocarros de Corroios, Amora, Fernão Ferro, dos Serviços Operacionais da Câmara Municipal do Seixal e dos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal. Em declarações à TVI24, a Câmara confirmou a situação e argumentou: “Este apoio não é uma despesa, mas sim um investimento, na medida em que o benefício gerado junto da comunidade municipal será muito superior ao seu valor monetário.” E acrescentou que se trata de “uma boa prática na parceria com as instituições do Concelho do Seixal, na prestação do serviço público e melhoria das condições de vida das populações”.

12 comentários:

  1. Qual foi a presente/oferta?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acrescentamos agora ao texto.Foi uma peça de loiça

      Eliminar
  2. A explicação dada pela Câmara do Seixal é de rir à gargalhada.
    É preciso não ter vergonha nenhuma. Olha se calha aqueles comunas tomarem conta do poder em Portugal. Estavamos bem lixados...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais, isto é o que vem a publico falta saber das ofertas ocultas.

      Eliminar
  3. Transportar manifestantes é um investimento!!!! Grandes humoristas. O que o boys do Seixal não se devem rir quando escrevem esta argumentação. A menos que sejam apenas dotados de um nivel bastante baixo de inteligência.

    ResponderEliminar
  4. Investiguem as compras (pagamentos) de imobiliário da Câmara do Seixal que gastou milhões do erário público na aquisição do chamado "património industrial" (Mundet, Fábrica das Lâs, a antiga fábrica do Fogueteiro) que se encontra agora vedado para não desabar em cima de ninguém. Foram também adquiridas casas particulares para instalação de serviços. Sigam o rasto do dinheiro (quanto foi pago e quanto chegou ao vendedor).

    ResponderEliminar
  5. E continuando a falar do Seixal, Investiguem também se as verbas recebidas no âmbito do desporto pela Casa do Povo de Corroios e depois distribuídas por esta aos pequenos clubes, chegam realmente (na totalidade) a estes últimos. Se calhar os recibos existem.. o dinheiro talvez sim talvez não.

    ResponderEliminar
  6. Vejam neste site... é de rir, ou melhor chorar desde 30,000.00€ em papel higiênico, a outras barbaries....


    http://www.despesapublica.com/ajustes-directos/View?ID=0322A3A09D524309B912D6CCA5752DEC

    ResponderEliminar
  7. Pelos vistos os comunistas ainda são piores que os outros.- Não é verdade sr Jerónimo de Sousa ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. leiam o livro do José Luís Peixoto -Dentro do Segredo e vejam como é bom viver num país daqueles neste momento actual.
      O próprio escritor dá-nos conta de como ele e os outros estrangeiros foram tratados, e no fim ele lamenta ter lá ido.

      Eliminar
  8. Estamos fartos desta gente. Estranho que não veja um unico comunista em Portugal fazer vida de comunista (pois conheci pessoalmente a extinta DDR. Vão até ao Pinhal de Frades e vejam uma população que pagou, e bem, contribuições a esta Camara e observem rotundas sem jeito e espaços cedidos para jardins cujo mato cresce tipo Vida Selvagem.

    ResponderEliminar
  9. Vejam este artigo:
    Seixal
    O laxismo desta câmara municipal, ligada desde 1974 ao Partido Comunista Português, transformou este concelho num verdadeiro barril de pólvora que poderá explodir a todo o momento.

    - Quinta da Princesa, na Amora. Em Agosto de 2009, um bando de criminosos, ligado ao tráfego de droga e ao roubo, numa manifestação de força procurou a tiro impedir a entrada da polícia no bairro.

    - Bairro da Jamaica. A maioria do habitantes são de origem africana. É um dos mercados de droga do distrito de Setúbal.

    - Bairro da Quinta da Boa Hora (Arrentela). Bandos de criminosos, ligados à trafico de droga e ao roubo organizado dominam o bairro, envolvem-se em luta com gangs de outros bairros, ameaçam a população, provocam actos de vandalismo na zona e enfrentam com regularidade a polícia.

    No dia 19/02/2011, incendiaram uma viatura e apedrejaram outras. No dia seguinte, assaltaram um autocarro, coagiram os passageiros a saírem, regaram-no com gasolina e deitaram-lhe fogo, imitando as acções típicas de intimidação levadas a cabo pelos cartéis de droga na América Latina.

    - Bairro da Quinta do Cabral (Arrentela)

    - Bairro da Cucena

    - Bairro da lata de Santa Marta de Corroios

    - Zona de Miratejo

    ResponderEliminar