terça-feira, 10 de março de 2015

Carrazeda de Ansiães: a autarquia mais erótica do país




A autarquia transmontana de Carrazeda de Ansiães ofereceu à população uma ida ao cinema. O acontecimento foi noticiado e registado em vídeo pelo Correio da Manhã (aqui).
A oferta até seria inquestionável pelo Má Despesa não fosse o filme escolhido: As Cinquenta Sombras de Grey.  É muito curioso o conceito de cultura do executivo de Carrazeda num município em que 25,7%  da população não tem qualquer escolaridade e 37,7% tem o 1.º ciclo do ensino básico, num universo de pouco mais de 6 mil pessoas (6.373 em 2011).  Com este retrato educativo porque será que a câmara municipal decide gastar dinheiro em filmes sobre sexo?




PS: O Má Despesa quis saber quais foram os serviços culturais financiados pela autarquia em 2014 mas a informação não se encontra disponível no site do município - está publicado o documento relativo à execução do plano de actividades de 2013 mas a qualidade da imagem torna a informação inacessível, tal como se tivéssemos os olhos vendados.

32 comentários:

  1. Chama-se a isso erotismo de internet... Tapam-vos os olhos e vcs sentem-se....

    ResponderEliminar
  2. Precisamente por serem só seis mil é que o município os quer por a procriar.

    ResponderEliminar
  3. Isso é tudo dor de cotovelo !!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Olhe amigo, Deixe por escrito na caixa de sugestões. -.-'

    Carrazeda de Ansiães tem a potencialidade de ir buscar certos fundos a outros lugares sem ser necessário, cobrar bilhetes. Falam num país mais justo, que gera oportunidades e colocam custos no acesso á cultura??? Ganhem juizo! Quantas autarquias não passaram o filme do crime do padre amaro em cinemas locais? Nisso já não se falou????!!!
    E pessoalmente acho que tinha cenas bem mais explicitas... Inclusive a própria Televisão Portuguesa passou este filme em horário Nobre ... Porque não vem falar disso no seu blogue??

    Temos culpa de ter um presidente que não pensa no bolso dele e pensa mais no acesso á cultura???

    Ganhe vergonha e marque uma reunião com a administração da autarquia de Carrazeda de Ansiães entenda o porquê???

    E já agora, Carrazeda de Ansiães pode ter um índice de analfabetos alta mas pelo menos temos valores.

    Venha ter uma aulinha connosco, talvez ganhe muito mais do que escrever artigos sem quais queres princípios ético.

    Está num país onde pode escrever o que quiser, mas não abuse desse privilégio!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Caro anónimo, além do filme que refere ser muito anterior à existência deste blogue- o filme é de 2005 e este blogue foi criado em 2001- , tem como objecto uma obra de Eça de Queirós. Caso não veja as diferenças entre os casos, assumimos total incapacidade em explicar-lhe. Gratos pela sua tenção.

      Eliminar
    3. *2011- data da criação deste blogue, mais precisamente, 1 de Abril.

      Eliminar
    4. Se o filme não fosse erótico já não havia problema nenhum. Infelizmente ainda existe muita gente com a mente retardada... Se o presidente não gastasse esse dinheiro ía distribuir por algum de vocês? Não querem ver, não vão ver, ninguém vos obriga a ver. Cresçam e parem de criticar, principalmente atitudes como o presidente da câmara que são de louvar!

      Eliminar
    5. ... não existe conteúdo sexualmente explicito nos dois filmes???? Amigo pense antes de escrever e Aprenda a ser um líder da comunicação antes de construir um blogue... Se não sabe o que é ser um lider da comunicação, assumo total desinteresse em explicar-lhe! Sim porque eu tenho capacidade para explicar-lhe o que é!

      Eliminar
    6. Pois, criado o Blogue no dia da mentira. Deixem o povo de Carrazeda de Ansiães em paz, estamos muito satisfeitos com o Presidente da Câmara José Luís Correia e o Vereador Roberto Lopes, são seres excepcionais, pelo menos não gastam dinheiro em jantaradas, como era habitual noutros tempos. O povo está feliz os vossos comentários não interessam.

      Eliminar
    7. Cheira-me que este(a) anónimo(a) é um(a) rebarbado(a) de 1ª apanha. E que ficou de pau feito ou de pito aos saltos com a iniciativa da Câmara Municipal.
      Hehehe

      P.S. - Estamos num país onde pode escrever o que quiser... E eu abuso.
      ;)

      Eliminar
    8. Não faz nada é criticado faz é criticado,tenho a certeza que este comentário em nada vai mudar a atuação desta presidência,porque até hoje foi a melhor que já teve,continuem.

      Eliminar
    9. olhe sério Simpson, tenha vergonha naquilo que diz, quando falta ao respeito a uma comunidade regional que faz parte do leque de municípios que move a economia portuguesa e onde existem valores, não é poder de palavra, é poder de burrice... e atenção qualquer pessoa tem o direito de ser burra mas acho que está a abusar muito desse privilégio ... agora vá pedir frases feitas ao Sr. Google para deitar o meu comentário abaixo .l.

      Eliminar
    10. os defensores do tacho de carrazeda dos ansiães em vez de trabalharem vem para aqui escrever em blogs defenderem cultura com um filme de caca de hollywood, bem haja, não precisam de se enterrar mais... tá tudo dito

      Eliminar
  5. É o jornalismo que temos..Enfim..
    O resto dos filmes e das imensas atividades culturais realizadas não são dignas de notícia.

    ResponderEliminar
  6. Vou ja abrir uma sex shop em carrazeda com fundos comunitários

    ResponderEliminar
  7. Se calhar devia estar mais atento as noticias de carrazeda! Entre todas as actividades que tem como a festa da Maçã e do Vinho a feira medieval etc etc! Acho que devia como jornalista estudar mais as situações antes de as criticar! Vá e como se costuma dizer falem bem ou mal o que importa é que falem e ao menos esta a fazer noticia de uma terra com 6000 habitantes que conseguiu receber o filme do momento e dar entradas gratuitas enquanto outros pagaram para ir ver! Esteja mais atento para poder criar mais noticias interessantes sobre carrazeda se calhar vai ter mais visualizações no seu blog!

    ResponderEliminar
  8. tudo que foi dito por si e pelo, anónimo é verdade,

    outra coisa porque não refere outros factos interessantes como o projecto de

    http://ondalivrefm.net/2015/02/19/termas-de-sao-lourenco-foram-chumbadas/

    que promove a zona e cria empregos e ate pode fixar novas famílias trazer investimento recuperação de uma zona do país em que as pessoas se viram obrigadas a emigrar. repare no documento que referiu pag 53 -58 ,
    quanto ao outro documento se fizer um pouco de zoom consegue ler se alguma coisa,
    mas deixo o convite de ir visitar a zona e aproveite o ambiente rural e pitoresco visite as aldeias, visite monumentos como a http://pensar-ansiaes.blogspot.pt/2012/03/passeio-cultural-casa-da-selores.html e pergunte o porque de estar neste estado (e porque o ministerio da cultura não faz nada),

    a cultura os valores e a hospitalidade das pessoas são mais que suficientes e acolhedoras, as burocracias e os entraves é que deixam cair tudo ao abandono, visite e verá que existe bastante para ver e descobrir, e perceba que a população desse conselho gostava de ver progresso mas a falta de pessoal novo e de atracção de investimento por parte culpa da geografia e de acessos por vezes dificeis (no passado não muito longínquo ) ajudaram a desertificação.

    Posto este panorama e comparando com outros concelhos ou gastos estes programas ajudam e promovem actividades sociais quebrando assim o isolamento e em contrapartida aproveitando os edifícios municipais que foram construídos para usufruto dos munícipes deixando estes de serem apenas "mamarrachos",
    visto que muitas das escolas já estão fechadas nas aldeias ...

    Poderia continuar por exemplo do tribunal que foi encerrado devido a reforma judicial ...

    Se o problema foi o filme escolhido ou a noticia sobre o evento, posso lhe dizer que no natal passou o ultimo do Hobbit .. com esse já se questionava ? , bem o melhor é é Informar-se, aconselho vivamente a ler outro jornal sem ser o CM.

    Abraço.



    ResponderEliminar
  9. E é o jornalismo que o municipio também quer, pois não vi o presidente da camara a rebater os argumentos menos abonatorios sobre este episódio, bem pelo contrário...

    ResponderEliminar
  10. não têm escola, mas não terão direito ao erotismo como os supostos elucidados? isso é descriminação!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Escreve-se "discriminação", amigo(a) anónimo(a).
      Pelos vistos teve mesmo falta de escola.
      :/

      Eliminar
    2. Atenção: a mim parece-me que o Anónimo com défice de escolarização é... ele mesmo, o Presidente da Câmara!

      Eliminar
    3. amigo existe uma diferença entre liberdade de expressão e falta de respeito ... já que não se dá ao trabalho de respeitar uma comunidade onde existem pessoas com valores, aprenda a fazê-lo.

      Abraço

      Eliminar
  11. É completamente ridículo este tipo de publicações!
    Talvez dor se cotovelo por terem ido ver o filme a uma companhia de cinemas onde tiveram de pagar bilhete ou melhor muita gente fala de um alto conteúdo erótico sem provavelmente terem visto o filme, pois atrás desse mini conteúdo também está uma história de vida como em todos os filmes..
    Ganhem vergonha e parem de massacrar a imagem transmontana. Vocês têm muitos estudos? E a vossa cultura onde ela anda? E o respeito pelo próximo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E a sua cultura?! Onde é que ela anda (a escrever "dEscriminação", deve estar perdida em algum lado, com certeza.)!?

      Eliminar
    2. também não é gramaticalmente correcto "dESCRIMINAÇÃO", mas sim "Descriminação" ou "descriminação" (onde dependo do contexto gramatical em que está empregue a palavra)... onde está a sua cultura?!

      Eliminar
    3. ridiculo são os varios anonimos que vem para os blogs responder em vez de darem a cara. Até na net mostram os descolhoados que são, e parem de defender os vossos tachos que já mete nojo, este blog dispara em todas as direcções pode ter ou não sempre razão, mas ousa meter o dedo na ferida, de um pais cheio de gente asquerosa que recusa ao máximo sair da zona de conforto. Vão mas é trabalhar cambada de parasitas!

      Eliminar
  12. Não divulguem os índices de alfabetização/escolaridade, que eles não gostam...

    ResponderEliminar
  13. 1 - Onde está o filme erótico? A mim passou-me ao lado.

    2 - A realidade do estilo de vida das "Carrazedas" é completamente diferente das grandes cidades. Não há teatro, não há cinema a um raio de muitos quilómetros. A maioria das pessoas nunca pôde pisar num teatro ou cinema, e, falo com conhecimento por ser natural de lá.
    O tipo de iniciativas da Câmara Municipal, em proporcionar estes "mimos" que fogem completamente do quotidiano dos residentes, é mais do que louvável. Seja com uma peça de teatro seja com a transmissão de um filme.
    Proporcionar aquele momento às pessoas já é dinheiro bem investido.

    As pessoas criticam porque desconhecem a realidade das coisas. No meio disto, o filme que foi transmitido não tem importância nenhuma. Nem que fosse o pior do milénio. Das poucas vezes que houve a transmissão de um filme, tratou-se sempre de filmes de elevado box office, que os residentes dali para verem teriam de se deslocar a Vila Real. Não entendo o alarido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que interessa é proporcionar mimos, nem que o filme seja uma valente bosta. Que o façam mas com o dinheiro dos vossos bolsos!

      Eliminar
  14. O conceito de curtura dos PêPêDês esta bem ilustrado na cena de a Câmara usar o dinheiro público para iniciar o povinho da paróquia no sadomasoquismo soft. Uma vergonha, mas de uma Câmara que nada fez para preservar a Linha do Tua, património único, deixando-o afundar nas águas de uma barragem,, que mais se pode esperar? Que, inspirados pelo sadomasoquismo, organizem lá pelo castelo de Ansiães uma orgias giras, com entrada paga!

    ResponderEliminar
  15. Alguns falam apenas por ser um filme erótico. O filme, até dá sono, porque o erotismo é quase nulo. Qualquer filme de «Emanuelle» o bota num canto, em termos de erotismo.
    Se a camara patrocinasse para irem ver «a vida de cristo» de certeza que não era noticia em lado nenhum.

    ResponderEliminar