quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Não é com brindes que se combatem fogos, senhores



Portugal e os portugueses estão devastados com a gravidade dos incêndios nacionais. A prevenção parece ser uma ciência oculta neste país. A junta de freguesia de Algueirão-Mem Martins, Sintra, mostra o seu conceito de sensibilização/prevenção ao gastar 9.995,00 € em "brindes diversos para apoio no âmbito do programa “A Floresta a Água e a Juventude”. O Má Despesa foi espreitar o site da freguesia para recolher informação sobre este programa mas apenas encontrou meia dúzia de fotos com algumas pessoas, incluindo crianças, a plantarem certas árvores. Pelos vistos, foi a única acção do programa, a par dos brindes. 

5 comentários:

  1. enquanto os eleitores olharem para "alguem" que vem resolver este problemas de pulitica porca de faz de conta; estes "servidores" públicos" continuam a fazer de conta que servem para alguma coisa.
    Mas sintam-se responsaveis porque eles não usaram escada para subir para lá.

    ResponderEliminar
  2. Brindes para as autárquicas, pagas pelo contribuinte!

    ResponderEliminar
  3. Pedimos desculpa mas é apenas para divulgar. Um casal, a crise, poupanças e histórias de quem vive a crise como muitos outros, mas onde a poupança é o melhor remédio. Pode passar a mensagem…? Obrigado!

    http://ocarteiravazia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Como morador na zona já pedi esclarecimentos a Junta de Freguesia de Algueirão Mem MArtins...

    Espero que mais o façam - geral@jfamm.pt

    ResponderEliminar
  5. Os incêndios em Portugal só acabam quando se encerrar de uma vez por todas a industria que gera os próprios incêndios. Por exemplo, os merdia, órgãos intestinais da comunicação social, passam vida a falar de fogos pois isso gera tempo de antena e ganhos na publicidade. E os aviões que despejam água ? São de quem ? Quem recebe o dinheiro ? Como funciona esse negócio ? Alguém sabe ?? Eu não !!!!

    ResponderEliminar